Redação Enem nota mil: é mole, ou quer mais? Veja aqui dois textos premiados!

Já pensou em ficar entre os 0,001% dos candidatos do Enem que conseguiram a nota máxima na redação? Sim, apenas 53 candidatos conseguiram a nota máxima na Redação Enem 2017. E, foram só 104 notas máximas em 2015. Veja textos que chegaram no topo da cadeia alimentar do Enem.

Nota mil na Redação do Enem garante uma vantagem enorme na disputa das notas de corte do Sisu, do Prouni e do Fies. Pouca gente consegue chegar lá. Mas, você também. pode. Veja como entrar na estatística positiva!

Você também pode passar nesta peneira fina da galerinha dos 53 feras em 2017. Foram milhões de participantes, e eles conquistaram  medalha de ouro na Redação Enem.  Marcus Vinícius Monteiro Oliveira, do Ceará, foi um deles. O texto está logo abaixo para você conferir.  No Enem de 2015, por exemplo, apenas 104 entre os 5,6 milhões de candidatos que fizeram as provas tiraram a nota mil na Redação.

Em Fortaleza, a Mariana Moura Goes, aluna do Colégio Ari de Sá, ficou entre os membros da Tropa de Elite da Redação Enem. REDAÇÃOVeja abaixo uma sugestão forte de Tema de Redação para o próximo Enem: o Assédio Sexual. Depois, confira os textos premiados do Marcus Vinícius e da Mariana. Logo em seguida estão as dicas de estudo da Mariana. Confira e compartilhe com seus colegas.

Assédio Sexual é tema quente de Redação Enem

Para o Enem 2018 começam a despontar temas que estão na agenda do país, e que podem cair na Redação Enem. Em primeiro lugar está a questão do Assédio Sexual, que se destaca em todo o mundo, e também com força no Brasil. Veja:Assédio Sexual como tema de Redação do EnemClique na imagem acima para ver um post completo sobre Assédio Sexual como tema de Redação.

Redação Enem 2017 nota 1000:

Autor: Marcus Vinícius Monteiro Oliveira (Ceará) No Brasil, o início do processo de educação de surdos remonta ao Segundo Reinado. No entanto, esse ato não se configurou como inclusivo, já que se caracterizou pelo estabelecimento de um “apartheid” educacional, ou seja, uma escola exclusiva para tal público, segregando-o dos que seriam considerados “normais” pela população. Assim, notam-se desafios ligados à formação educacional das pessoas com dificuldade auditiva, seja por estereotipação da sociedade civil, seja por passividade governamental. Portanto, haja vista que a educação é fundamental para o desenvolvimento econômico do referido público e, logo, da nação, ela deve ser efetivada aos surdos pelos agentes adequados, a partir da resolução dos entraves vinculados a ela.

Sob esse viés, pode-se apontar como um empecilho à implementação desse direito, reconhecido por mecanismos legais, a discriminação enraizada em parte da sociedade, inclusive dos próprios responsáveis por essas pessoas com limitação. Isso por ser explicado segundo o sociólogo Talcott Parsons, o qual diz que a família é uma máquina que produz personalidades humanas, o que legitima a ideia de que o preconceito por parte de muitos pais dificulta o acesso à educação pelos surdos.

Tal estereótipo está associado a uma possível invalidez da pessoa com deficiência e é procrastinado, infelizmente, desde o Período Clássico grego, em que deficientes eram deixados para morrer por serem tratados como insignificantes, o que dificulta, ainda hoje, seu pleno desenvolvimento e sua autonomia.

Além do mais, ressalte-se que o Poder Público incrementou o acesso do público abordado ao sistema educacional brasileiro ao tornar a Libras uma língua secundária oficial e ao incluí-la, no mínimo, à grade curricular pública. Contudo, devido à falta de fiscalização e de políticas públicas ostensivas por parte de algumas gestões, isso não é bem efetivado.

Afinal, dados estatísticos mostram que o número de brasileiros com deficiência auditiva vem diminuindo tanto em escolas inclusivas – ou bilíngues -, como em exclusivas, a exemplo daquela criada no Segundo Reinado. Essa situação abjeta está relacionada à inexistência ou à incipiência de professores que dominem a Libras e à carência de aulas proficientes, inclusivas e proativas, o que deveria ser atenuado por meio de uma maior gerência do Estado nesse âmbito escolar.

Diante do exposto, cabe às instituições de ensino com proatividade o papel de deliberar acerca dessa limitação em palestras elucidativas por meio de exemplos em obras literárias, dados estatísticos e depoimentos de pessoas envolvidas com o tema, para que a sociedade civil, em especial os pais de surdos, não seja complacente com a cultura de estereótipos e preconceitos difundidos socialmente.

Outrossim, o próprio público deficiente deve alertar a outra parte da população sobre seus direitos e suas possibilidades no Estado civil a partir da realização de dias de conscientização na urbe e da divulgação de textos proativos em páginas virtuais, como “Quebrando o Tabu”.

Por fim, ativistas políticos devem realizar mutirões no Ministério ou na Secretaria de Educação, pressionando os demiurgos indiferentes à problemática abordada, com o fito de incentivá-los a profissionalizarem adequadamente os professores – para que todos saibam, no mínimo, o básico de Libras – e a efetivarem o estudo da Língua Brasileira de Sinais, por meio da disponibilização de verbas e da criação de políticas públicas convenientes, contrariando a teórica inclusão da primeira escola de surdos brasileira.

E você, gostou do texto do Marcus? Para conseguir uma nota assim tão boa é preciso se preparar bem para montar a sua redação do Enem com a estrutura correta e com os fundamentos para fazer a abordagem do tema, desenvolver um ponto de vista, apresentar os argumentos, e concluir com uma proposta de intervenção.

Aula Gratuita sobre a Estrutura da Redação do Enem

Veja agora um vídeo com uma aula da professora Tharen Teixeira, do Canal Curso Enem Gratuito, para você aprender os fundamentos da Estrutura do texto dissertativo-argumentativo. Em cinco minutos, um resumo completo para você. Confira:

A Redação Nota Mil da Mariana:

O tema da redação do Enem naquele ano em que a Mariana arrasou foi “A Persistência da Violência contra a Mulher na Sociedade Brasileira” e, de acordo com dados divulgados pelo INEP: “Dos 5.631.606 textos corrigidos, 104 obtiveram nota mil.

Outros 53.032 foram anulados e receberam nota zero. Fugir do tema, desrespeitar direitos humanos e escrever em uma tipologia diferente da solicitada estão entre os motivos que levaram à anulação”.10 passos para uma redação Enem nota 1000

O Blog do Enem conversou com uma estudante nota mil: Mariana de Moura Goes, de 18 anos, que se deu bem na prova na terceira tentativa, quando estava cursando o último ano do Ensino Médio. A menina é natural de Fortaleza (CE)  foi aluna aluna do Colégio Ari de Sá.

Ela fez média para passar nada mais, nada menos, do que nos cursos de Medicina da UERN e de Odontologia na UFC, com direito  a escolher. A caloura optou por  ingressar na UERN no mês de agosto. Veja as dicas de ouro da Mariana para quem almeja ter uma boa nota no Exame. Mariana de Moura Goes: nota mil na redação do Enem!Veja Mariana na foto acima. E, logo depois, as dicas para você também fazer uma Redação Nota 1000.

Mariana recomenda não deixarem de se informar, nunca, especialmente assuntos que envolvam política, economia e sociedade: “É realmente frustrante chegar na prova e não saber dissertar sobre o assunto. E é muito importante não deixar de treinar, pois, depois de um tempo, se você já tiver conseguido desenvolver sua técnica de redação, qualquer tema vai ser fácil de escrever”, aconselhou Mariana.

Quer fazer um treino agora? – Veja aqui  na imagem como desenvolver o Ponto de Vista, os Argumentos, e a Proposta de Intervenção da Redação Enem para o tema ‘O DNA da Corrupção no Brasil’: Redação Enem - O DNA da Corrupção no Brasil

 Mariana chegou a fazer uma redação por dia:  

Ela confessa como se preparou para o Enem e a maneira de organizar sua rotina de estudos: “Evitava faltar aulas e simulados, tentava não acumular matéria e fazia uma redação por semana. Estudava nos feriados e finais de semana, mas sem deixar de me divertir de vez em quando com os meus amigos. Nas duas últimas semanas antes do Enem, passei a fazer uma redação por dia”.

Perguntada sobre como estruturou sua redação e o que a inspirou para escrever, a estudante cearense conta que tentou seguir a mesma estrutura da qual já estava acostumada. “Seguia uma forma padrão que já vinha dando certo. Introdução por afirmação e por contraste de ideias e tese por sugestão antecipada, por exemplo. O que me inspirou a fazer a redação creio que foi minha indignação diante de situações como a violência contra a mulher, algo que realmente não consigo aceitar. Como vinha sempre me informando sobre o assunto, a redação acabou não sendo algo tão complicado”.

A Estrutura Clássica da Redação do Enem – O Blog do Enem preparou para você uma coleção de aulas gratuitas sobre a Estrutura da Redação do Exame Nacional do Ensino Médio: Introdução, Desenvolvimento, e Conclusão. Confira os quatro passos para alcançar uma boa nota:

Quatro passos para uma Redação Enem Nota 1000
1 – A Estrutura da Redação
2 – Como fazer a Introdução da Redação
3 – Como defender um ponto de vista
4 – Três técnicas para fazer uma boa Conclusão

Veja o texto dissertativo argumentativo da Mariana.

Candidata Mariana Moura Goes (17 anos, Fortaleza (CE), aluna do colégio Ari de Sá). O tema da Redação Enem 2015 foi ‘A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira’.  Veja o texto dissertativo argumentativo que ganhou a nota máxima:

A mulher vem, ao longo dos séculos XX e XXI, adquirindo valiosas conquistas, como o direito de votar e ser votada. Entretanto, a violência contra este gênero parece não findar, mesmo com a existência de dispositivos legais que protegem a mulher. A diminuição dos índices deste tipo de violência ocorrerá no momento em que os dispositivos legais citados passarem a ser realmente eficazes e o machismo for efetivamente combatido, desafios esses que precisam ser encarados tanto pelo Estado quanto pela sociedade civil.

A Lei Maria da Penha e a Leio do Feminicídio, por exemplo, são dispositivos legais que protegem a mulher. Entretanto, estes costumam ser ineficazes, visto que a população não possui esclarecimentos sobre eles. Dessa forma, muitas mulheres são violentadas diariamente e não denunciam por não terem conhecimento sobre as ditas leis e os agressores, por sua vez, persistem provocando violências físicas, psicológicas, morais, etc., por, às vezes, não saberem que podem ser seriamente punidos por suas ações.

Somado a isso, o machismo existente na sociedade brasileira contribui decisivamente para essa persistência. Na sociedade de caráter patriarcal em que vivemos é passado, ao longo das gerações, valores que propagam a ideia de que a mulher deve ser submissa ao homem. Essa ideia é reforçada pela mídia ao apresentar, por exemplo, a mulher com enorme necessidade de casar, e, quando consegue, ela deve ser grata ao homem, submetendo-se, dessa forma, às suas vontades. Com isso, muitos homens crescem com essa mentalidade, submetendo assim, suas esposas aos mais diversos tipos de violência.

Visto isso, faz-se necessária a reversão de tal contexto. Para isso, é preciso que o Poder Público promova palestras em locais públicos nas cidades brasileiras a fim de esclarecer a população sobre os dispositivos legais existentes que protegem a mulher, aumentando, desse modo, o número de denúncias. Aliado a isso, é preciso que as escolas, junto com a equipe de psicólogos, promovam campanhas, palestras, peças teatrais, etc. , que desestimulem o machismo entre crianças e adolescentes para que, a longo prazo, o machismo na sociedade brasileira seja findado. Somado a isso, a população pode pressionar a mídia através das redes sociais, por exemplo, para que ela passe a propagar a equidade entre gêneros e pare de disseminar o machismo na sociedade.

Ela mandou super bem, concorda?

Confira aqui outros 10 modelos de Redação Enem Nota 1000. Ler um texto premiado com a nota máxima no Exame Nacional do Ensino Médio ajuda você a chegar lá. Leia, e compartilhe. Veja aqui 10 Redações Enem Nota 1000:

Confita Textos Nota 1000
Confira 10  Textos Nota 1000

Agora, é com você para treinar e também chegar lá!

Esta reportagem sobre a Redação Enem Nota 1000 da Mariana foi elaborada pela jornalista Martha Ramos para o Blog do Enem, com apoio dos colegas do Colégio Ari de Sá, de Fortaleza, para identificar alunos com nota máxima no Enem de 2015. O Colégio está entre os dez melhores do Brasil no resultado dos alnos no Enem. O Blog agradece a colaboração e dá parabéns aos alunos e professores do Colégio Ari de Sá.

ari de sá logo

Veja mais dicas sobre redação que o Blog do Enem preparou para você:

1- Confira 10 Dicas para uma Redação Enem Nota 1000

2- A Estrutura da Redação do Enem

Martha Ramos

Post escrito por Martha Ramos. Jornalista formada na Universidade Estácio de Sá em Santa Catarina. Fez Pós-Graduação em Marketing e trabalha com produção de conteúdos para jornais, revistas, empresas e blogs. Face: https://www.facebook.com/martha.ramos.5203