Dominar a “gramática” ajuda a produzir uma boa Redação Enem

Entenda a diferença entre a gramática da língua e a gramática normativa. Pare de se torturar achando que desconhece a gramática, e melhore seu desempenho na Redação dos vestibulares ou do Enem.

Se você é falante nativo de língua portuguesa, certamente conhece a gramática da sua língua. O professor Wilson Rochenbach Nunes produziu uma aula sobre isso, e selecionou também um vídeo do professor Willian Cereja, da Editora Saraiva, sobre o ensino da gramática na escola.

 Tenho horror a gramática!  – Não sei quem inventou isso! Essas são frases comuns de quem tem que estudar gramática na escola e, até mesmo, de quem já saiu da escola. Só que ninguém inventou a gramática, ela faz parte da língua. Se a língua não fosse gramatical seria impossível se comunicar. O funcionamento da língua tem uma lógica e essa lógica é a gramática.

Acontece que, para escrevermos um texto, precisamos organizar claramente as ideias e seguir algumas regras que fazem com que nosso texto seja fluido, fácil e agradável de ler. Você já deve ter tentado ler um texto truncado, no qual as informações parecem estar amontoadas e não organizadas. Aquele em que se tenta dizer alguma coisa, mas que no final não se diz nada. Então, Esse texto deve apresentar alguns, ou muitos, problemas com a organização gramatical.

Dica 1 – Veja aqui  exemplos de redação que tiraram nota 1000 no Enem: https://blogdoenem.com.br/redacao-enem-nota-1000/

Um texto deve ser necessariamente gramatical, portanto a nossa comunicação por meio da fala é gramatical. Existe uma organização dos termos para que a outra pessoa entenda. Se alguém dissesse: “Seu Maria flores de recebeu namorado.” com certeza, não seria possível entender, já que temos uma frase agramatical. Essa mesma frase poderia aparecer de diversas formas: “Maria recebeu flores de seu namorado.” “Flores de seu namorado Maria recebeu.” Recebeu Maria de seu namorado flores.”, todas gramaticais.

O que acontece é que na redação devemos seguir a norma culta a “tia Norminha”, como o próprio nome diz: norma. A gramática normativa determina certas construções, determina como devemos falar ou escrever. A colocação de um pronome: “Observa-se” e não “Se observa”, por exemplo. Segundo a norma culta, não se pode começar um período com pronome oblíquo. É claro que as duas formas são gramaticais, mas a segunda não segue a língua culta. Essa é a diferença.

Dica 2 – Veja aqui os 100 erros mais comuns no uso da língua portuguesa. Fique de olho para não perder pontos preciosos na Redação do Enem ou dos vestibulares: https://blogdoenem.com.br/redacao-gramatica-vicios-linguagem/

“Houveram alguns problemas.”  Nessa frase, existe um erro de concordância, pois a norma culta determina que o verbo haver quando significa “existir” ou “ocorrer” não tem sujeito, portanto não há concordância e o verbo fica no singular. É claro que todos entendem, sem dúvida alguma, mas precisamos obedecer a “tia Norminha”: a frase “correta” é “Houve alguns problemas”.

Acho que agora você entendeu o que é gramática e o que é gramática normativa. Na sua redação, Você deve obedecer à norma culta: cuidado com a regência, crase, concordâncias verbal e nominal, ortografia. É, definitivamente, tem que estudar a gramática “a tia Norminha”! Não tem outro jeito. Não brigue com ela, você deve se conformar e dedicar um tempinho a ela.

Dica 3 – Veja como não perder pontos na Redação com os ‘vícios de linguagem’: https://blogdoenem.com.br/redacao-gramatica-vicios-linguagem/

Agora, para complementar a nossa discussão, assista a um vídeo de 2 minutos e 15 segundos de Willian Cereja que aborda a importância de ensinar gramática na escola.

Valeu! E até o próximo! 

Este post foi elaborado pelo professor Wilson Rochenbach Nunes para o Blog do Enem. Wilson é formado em Letras pela Unilassale Canoas – RS e Mestre em Linguística Aplicada pela PUCRS. Dá aulas de Português para concursos em cursos da Grande Florianópolis e Grande Porto Alegre desde 2002.

Wilson Redação

Agora que você já sabe tudo sobre Redação, que tal conhecer nossa rede de blogs?

Blog do Fies | Blog do Prouni | Blog do Sisu

Gostou do post? Use os botões abaixo e ao lado para espalhar por suas redes sociais.

Facebook: /RedeEnem (Clique AQUI para saber como receber TUDO sobre o Enem)
Twitter: @RedeEnem | Canal no Youtube: Rede Enem | Google+ : Rede Enem