Gabarito Enem 2013 – Mais um cursinho contesta o gabarito oficial

Além do Anglo e do Objetivo, o Cursinho da Poli contesta as respostas do Gabarito Enem 2013 oficial para algumas questões. Saiba mais no post.

Nós do Blog do Enem já contamos para vocês que os cursinhos Anglo e Objetivo estão questionando a validade de algumas respostas atribuídas pelo Gabarito Enem 2013 oficial a algumas questões do exame. Mas, parece que esses não são os únicos cursinhos que discordam da correção oficial do Enem 2013 feita pelo Ministério da Educação (MEC).

O Cursinho da Poli, que participou da correção comentada do Enem 2013 publicada pelo Terra, discorda de três respostas do Gabarito Enem 2013 oficial. Todas as questões avaliadas pelos professores do Cursinho da Poli correspondem ao caderno de questões rosa.

Entenda abaixo o que os professore do Cursinho da Poli encontraram de errado em cada uma das questões que estão sendo contestadas:

QUESTÃO 75 – prova de Ciências da Natureza

Resposta sugerida pelo Gabarito Enem 2013 oficial: C

Resposta sugerida pelos professores do Cursinho da Poli: E

Explicação dada pelo cursinho e publicada no Terra:

“Considerando as informações que constam do enunciado, consideramos correta a letra E.

O modelo que explica o agravamento do efeito estufa se fundamenta principalmente no aumento das concentrações dos gases CO2 e CH4, presentes na atmosfera. As decomposições aeróbica (na presença de O2) e anaeróbica (ausência de O2) constituem mecanismo que podem incrementar tais concentrações.

Resíduos vegetais sobre o solo, lenta e progressivamente, são decompostos. Em se tratando de um sistema aberto, a tendência é que predomine a decomposição aeróbica, que resulta na emissão de CO2. Não há nenhum elemento no enunciado da questão que permite relacionar a presença daquela matéria orgânica com taxa de crescimento vegetal.

Durante a resolução, baseado no enunciado, nosso entendimento foi que a questão buscava estabelecer uma relação entre produção de CO2 e a decomposição aeróbica

Porque não pode ser a letra C: ela pressupõe  que o enriquecimento de Matéria Orgânica irá inexoravelmente incrementar o sequestro de carbono em função de um aumento na taxa de fotossíntese. Vale ressaltar que o texto não faz nenhuma referência a isso.

De fato há estudos relatados na literatura que relacionam essa prática com um sequestro de CO2 durante a fase de crescimento do vegetal. Em que pese o fato de que a presença de Matéria Orgânica ser importante, ela é apenas uma variável (importante) dentre outras que juntas vão explicar a fertilidade de um solo e por extensão o possível sequestro de carbono. Tão importante quanto ela é a acidez, a umidade, presença (ausência) de macro e micro nutrientes essenciais. Ressaltamos também que no enunciado da alternativa C não há referência ao tipo de matéria orgânica nem tampouco a essas outras variáveis.

Exemplificando: uma cobertura  vegetal sobre o solo típico da Caatinga tem efeito bem diferente do solo do Pampas. Essa prática não é garantia de que vai ser suficiente para estimular o crescimento da vegetação.

Outro aspecto que suscita dubiedade é que o aumento referido de matéria orgânica também irá resultar em emissão por decomposição aeróbica de CO2. Nesse caso, ainda que a presença de MO pudesse assegurar incremento na taxa de crescimento, seria necessário fazer um balanço específico do caso para saber qual o resultado”.

QUESTÃO 92 – prova de Espanhol

Resposta sugerida pelo Gabarito Enem 2013 oficial: E

Resposta sugerida pelos professores do Cursinho da Poli: B

Explicação dada pelo cursinho e publicada pelo Terra:

“O poema Cabra sola pertence a poeta espanhola Gloria Fuertes. A poesia da autora caracteriza-se por um eu lírico que, em várias oportunidades, revela características autobiográficas. A autora apresenta em sua poesia o feminismo que ela defende; na visão que ela tem de si mesma e da sociedade (pensemos na sociedade espanhola do franquismo).

No poema, ela deixa nítida sua diferença em relação às outras pessoas, incorporando para o eu lírico as características da cabra.

Na questão específica relacionada à prova, o problema se dá pois, MALA LECHE é, de fato, uma expressão idiomática própria da Espanha e de alguns países da América Latina. O significado desta expressão é uma falta de bom humor, de sorte ou de lucidez.

O principal problema da questão está em que, na alternativa E, se coloca o verbo transformar. Transformar tem o sentido de ‘v.t. Dar nova forma a: Circe transformou em porcos os companheiros de Ulisses. Converter, mudar: transformar a água em vinho. Transfigurar: a estada na montanha transformou-o (http://www.dicio.com.br/transformar/)’.

Desta forma, transformar implica sempre “de um estado inicial, chegar a um segundo estado diferente do primeiro. O que se expressa no poema não é transformação; pois há uma troca ‘em vez de mala leche yo doy llanto’. Não há o sentido de transformação.

A alternativa B, ‘consciência de sua diferença perante as outras’, é a alternativa certa, conforme o cursinho acredita. Desta forma achamos correto retificar a alternativa proposta no gabarito.”

QUESTÃO 171 – prova de Matemática

Resposta sugerida pelo Gabarito Enem 2013 oficial: B

Resposta sugerida pelos professores do Cursinho da Poli: B e C

Como a questão permite duas respostas possíveis, o Cursinho da Poli avalia a possibilidade de entrar com representação oficial no Inep para pedir a anulação dessa questão. Veja a explicação dada pelo cursinho e publicada pelo Terra:

“A questão permite duas respostas corretas. 

Ao considerar joias simétricas diferentes  – resultado: 18 possibilidades de joias

 As joias podem ser confeccionadas com 2 ou 3 cores. Considere C1, C2 e C3 cores distintas quaisquer.

Para joias com 2 cores:

gabarito enem 2013

Multiplicando-se pelo nº de cores possíveis, temos 2 × 3 = 6 joias distintas.

Para joias com 3 cores:

gabarito enem 2013

Multiplicando-se pelo número de cores possíveis, temos 4 × 3 = 12 joias distintas.

Portanto, temos 6 + 12 = 18 joias distintas.

Ao considerar joias simétricas iguais – resultado: 12 possibilidades de joias

Caso1:  Usando apenas duas pedras de cores diferentes em vértices opostos do losango, teremos seis possibilidades.

Caso 2: Usando todas as cores de pedras possíveis, sendo os vértices A e C de cores iguais e B e D de cores diferentes, temos três possibilidades no total, considerando que joias simétricas são iguais.

Caso 3: Usando todas as cores de pedras possíveis, sendo os vértices A e C de cores diferentes e B e D de cores iguais temos três possibilidades no total, considerando que joias simétricas são iguais.

Assim: 6+3+3=12 possibilidades de joias”.

gabarito enem 2013

Curso  Enem Gratuito por um mês- Clique AQUI.

Confira o Simulado Enem  – Clique AQUI.
Confira Como se preparar para o Enem – Clique AQUI.

Agora que você já sabe tudo sobre o Gabarito Enem 2013 Oficial, que tal conhecer nossa rede de blogs?

Blog do Fies | Blog do Prouni | Blog do Sisu

Gostou do post? Use os botões abaixo e ao lado para espalhar por suas redes sociais.

Facebook: /RedeEnem (Clique AQUI para saber como receber TUDO sobre o Enem 2013)
Twitter: @RedeEnem | Canal no Youtube: Rede Enem | Google+ : Rede Enem