Realismo – Revisão de Literatura Enem e Vestibular

Confira as principais características do Realismo nesta aula de revisão para Literatura Enem. Estude com a gente para o Exame Nacional do Ensino Médio!

Realismo é a denominação genérica da reação aos ideais românticos que caracterizou a segunda metade do século XIX. De fato, as profundas transformações vividas pela sociedade europeia exigiam uma nova postura diante da realidade; não havia mais espaço para as exageradas idealizações românticas.

A obra que marca o início do Realismo no Brasil é Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis. Foi publicada em março de 1880, como um folhetim, em capítulos na Revista Brasileira. No ano seguinte saiu na forma de livro.

Veja aqui uma aula completa sobre vida e a obra de Machado de Assis. Cai também no Enem! O autor retratou com ironia e sarcasmo como eram os costumes (e a corrupção) nos tempos do Império no Brasil.

Realismo
Obra de Ron Mueck, artista australiano.

Naturalismo é a corrente literária decorrente do Realismo. Segundo Afrânio Coutinho “é o Realismo fortalecido por uma teoria peculiar, de cunho científico, uma visão materialista do homem, da vida e da sociedade.

É a teoria de que a arte conforma-se com a natureza, utilizando-se dos métodos científicos de observação e experimentação no tratamento dos fatos e das personagens”. A obra que marca o início do Naturalismo no Brasil é O mulato, de Aluíio de Azevedo.

Contexto histórico do Realismo na Europa e no Brasil

Na Europa, que estava vivendo a segunda fase da Revolução Industrial, há uma mudança radical na cultura: o cientificismo, ou seja, a análise científica, para ser o ponto de partida para o desenvolvimento e o progresso.

Há o desenvolvimento de importantes teorias para o mundo moderno, entre elas o Positivismo de Augusto Comte, a Evolução das Espécies, de Charles Darwin, o Socialismo, de Karl Marx e o Determinismo de Hypolito Taine.

No Brasil, as mudanças sociais e políticas também serão avassaladoras. A Abolição da Escravatura (1888) marca o fim de séculos de opressão. A Proclamação da República (1889) concede ao povo a soberania por meio de representantes eleitos, marcando o fim da Monarquia.

Veja aqui uma aula completa sobre A República Velha no Brasil. É conteúdo de História para o Enem, e marca no cenário político a transição da Monarquia para o começo da República, ambiente em que emerge o Realismo.

Características do Realismo

  • Objetivismo: aparece como negação do subjetivismo romântico e nos mostra o homem voltado para aquilo que está diante e fora dele.
  • A lei da causalidade: pouco importa que os fatos sejam físicos ou morais, eles sempre têm as suas causas. Existem causas para a ambição, a coragem, a veracidade; o vício e a virtude são produtos químicos, como o açúcar.
  • Interpretação da vida através da análise do concreto: é a ciência norteando o conhecimento; só conhecemos aquilo que observamos e experimentamos.
  • Linguagem próxima da realidade: fácil, respeitando o ambiente em que está inserida a personagem.
  • Retratação do presente: importando o momento e a verdade em torno daquele momento.
  • Personagens semelhantes ao homem comum: insere-se na literatura a importância da análise psicológica das personagens, refletindo melhor a verdade.
  • Detalhismo real: preocupação em “fotografar” a realidade.

Aula Gratuita sobre o Realismo

Veja com o professor Anderson Rolo, do canal Curso Enem Gratuito, um resumo online super bacana do Realismo.

Continua neste post com a revisão para entender também as características do Naturalismo. Assim você fica em dia para mandar bem nos Exames.

Veja os 10 Temas que mais caem no Enem

Todo ano os professores que elaboram as provas do Enem selecionam um grupo de conteúdos que são fundamentais para você dominar no Ensino Médio, e que sempre caem: 1 – Interpretação de texto; 2 – Conjuntos Numéricos; 3 – Porcentagem; 4 – Razão e Proporção; 5 – Meio-Ambiente; e mais cinco temas quentes para você revisar.

Veja a lista na imagem abaixo os 10 Temas que Mais Caem no Enem, e acesse aqui o Plano de Estudo Enem Gratuito com aulas de revisão sobre todos os dez temas mais frequentes. Confira:O que mais cai no Enem

 

Características do Naturalismo

  • Todas do Realismo
  • Teorias cientificistas norteiam a criação literária: o romance experimental, diferente, variado e original, que não respeita tempo, espaço ou qualquer esquema.
  • Denúncia social: a procura da literatura como veículo de conscientização.
  • Instinto: o homem reduzido a aspectos animais, os problemas físicos, as doenças, as comparações.

Simulado Enem de Literatura – É hora de você testar o seu nível para o Enem e os Vestibulares. Veja uma prova com 10 questões objetivas. O Gabarito é Online, e você ainda tem o Aulão Gratuito com reforço para os Temas que não acertar. Acesse aqui o Simulado Enem de Literatura: aulao-literatura 

Autores e Obras do Realismo no Brasil

  • Machado de Assis: Joaquim Maria Machado de Assis nasceu e morreu no Rio de Janeiro. De origem humilde, frequentou apenas a escola primária. Do cargo de tipógrafo passou a revisor, redator e colaborador de jornais e revistas.
  • lit-machado-de-assis
    Revisão gratuita sobre Machado de Assis. Veja!
  • Sua produção intelectual, iniciada com a crônica e o teatro, foi-se intensificando até atingir o ponto culminante com os romances da segunda fase (com destaque para Memórias Póstumas de Brás Cubas e Dom Casmurro) que o consagraram como um dos maiores escritores da língua portuguesa. A morte de Carolina, sua esposa, em 1904, assinala o início de um período de profunda melancolia na vida de Machado de Assis.
  • Segundo a crítica, seu último romance – Memorial de Aires – tem caráter autobiográfico. Dentre as características machadianas destacam-se o pessimismo e o humor. Leia a seguir, fragmentos que, respectivamente, tratam disso.
  • Tédio por dentro e por fora. Nada que espraiasse a vista e descansasse a alma. (Quincas Borba)
  • Não tive filhos. Não transmiti a nenhuma criatura o legado da nossa miséria. (Memórias Póstumas de Brás Cubas)

Dica 2 – Revise sobre as principais características do Arcadismo nesta aula de Literatura Enem. Estude conosco para o Exame Nacional do Ensino Médio! – https://blogdoenem.com.br/arcadismo-literatura-enem/

  • Aluísio Azevedo: nasceu no Maranhão (1857) e morreu na Argentina (1913). Foi caricaturista de jornais de jornais políticos e humorísticos. Seu romance O mulato (1881) é considerado como o primeiro romance naturalista brasileiro. Transitando entre o Romantismo e o Naturalismo, escreveu diversas obras, de qualidade desigual, até 1895, quando trocou a carreira literária pela diplomacia. Sua obra mais famosa é O cortiço (1890).

 

  • Raul Pompéia: nasceu e morreu no Rio de Janeiro (1863-1895). Foi professor e jornalista político, participando da campanha abolicionista e engajando-se na causa republicana. Possui algumas obras, porém ficou famoso devido a O Ateneu. Neste livro, a personagem Sérgio, já adulto, narra seu tempo de aluno interno no Ateneu. O romance se inicia com a significativa frase do pai:
  • Vai encontrar o mundo, disse-me meu pai, à porta do Ateneu. Coragem para a luta.
Dica 3 – Revise sobre os principais autores e obras do Barroco em mais esta aula de Literatura Enem. Estude coma gente para o Exame Nacional do Ensino Médio! – https://blogdoenem.com.br/barroco-autores-e-obras-literatura-enem/

Aula Gratuita

Saiba mais sobre Realismo nesta aula do canal Aula De, disponível no Youtube. Após assistir, revise o que você aprendeu respondendo aos nossos desafios!

Exercícios sobre o Realismo – Resolva os desafios e compartilhe a solução no Blog do Enem

Questão 01

Leia a passagem abaixo de Dom Casmurro:

“Se eu não olhasse para Ezequiel, é provável que não estivesse aqui escrevendo este livro, porque o meu primeiro ímpeto foi correr ao café e bebê-lo. Cheguei a pegar na xícara, mas o pequeno beijava-me a mão, como de costume, e a vista dele, como o gesto, deu-me outro impulso que me custa dizer aqui; mas vá lá, diga-se tudo. Chamem-me embora assassino; não serei eu que os desdiga ou contradiga; o meu segundo impulso foi criminoso. Inclinei-me e perguntei a Ezequiel se já tomara café.”

(Machado de Assis, Dom Casmurro, em Obra Completa. Vol. 1. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1979, p.936.)

Por que o narrador admite que seu “segundo impulso” foi criminoso?

Questão 02

(UERJ) No último capítulo, diz o narrador do romance ao seu leitor:

“… se te lembras bem da Capitu menina, hás de reconhecer que uma estava dentro da outra, como a fruta dentro da casca.”

Das frases acerca da Capitu menina, expressas a seguir, assinale a alternativa que, de acordo com o ponto de vista do narrador, poderia servir para confirmar a afirmação citada.

a) “Calçava sapatos de duraque, rasos e velhos, a que ela mesma dera alguns pontos.”

b) “Capitu chamava-me às vezes bonito, mocetão, uma flor; outras pegava-me nas mãos para contar-me os dedos.”

c) “Capitu foi ao muro, e, com o prego, disfarçadamente, apagou os nossos nomes escritos.”

d) “Lia os nossos romances, folheava os nossos livros de gravuras, querendo saber das ruínas, das pessoas, das campanhas, o nome, a história, o lugar.”

e) “Não tive filhos, não transmiti a nenhuma criatura o legado de nossa miséria.”

Texto para questões 03 e 04.

Capítulo CXXIII / Olhos de ressaca

 Enfim, chegou a hora da encomendação e da partida. Sancha quis despedir-se do marido, e o desespero daquele lance consternou a todos. Muitos homens choravam também, as mulheres todas. Só Capitu, amparando a viúva, parecia vencer-se a si mesma. Consolava a outra, queria arrancá-la dali. A confusão era geral. No meio dela, Capitu olhou alguns instantes para o cadáver tão fixa, tão apaixonadamente fixa, que não admira lhe saltassem algumas lágrimas poucas e caladas…

As minhas cessaram logo. Fiquei a ver as dela; Capitu enxugou-as depressa, olhando a furto para a gente que estava na sala. Redobrou de carícias para a amiga, e quis levá-la; mas o cadáver parece que a retinha também. Momento houve em que os olhos de Capitu fitaram o defunto, quais os da viúva, sem o pranto nem palavras desta, mas grandes e abertos, como a vaga do mar lá fora, como se quisesse tragar também o nadador da manhã.

(Machado de Assis. Dom Casmurro)

Questão 03

(FAAP-SP) Capitu revela um sentimento inconfessável pelo defunto, diverso da piedade e do amor ao próximo. O marido narrador, obcecado pela esposa, observa-lhe todos os gestos e desvenda nelas:

a) o assassinato;

b) o desespero de Sancha;

c) o adultério;

d) o ciúme patológico de Capitu;

e) o amor entre Sanha e Capitu.

Questão 04

(FAAP-SP) Os olhos de Capitu fitaram o defunto, grandes e abertos, como a vaga do mar lá fora, como se quisesse tragar também:

a) Sancha;

b) muitos homens;

c) as mulheres todas;

d) Bentinho;

e) Escobar.

Texto para questão 05.

Há dessas lutas terríveis na alma de um homem. Não, ninguém sabe o que se passa no interior de um sobrinho, tendo de chorar a morte de um tio e receber-lhe a herança. Oh, contraste maldito! Aparentemente tudo se recomporia, desistindo o sobrinho do dinheiro herdado; ah! Mas então seria chorar duas coisas: o tio e o dinheiro.

(Machado de Assis. Memórias Póstumas de Brás Cubas)

Questão 05

Qual característica machadiana pode ser encontrada no fragmento?

a) Humor.

b) Metalinguagem.

c) Conversa com o leitor.

d) Maniqueísmo.

e) Otimismo.

Você consegue resolver estes exercícios? Então resolva e coloque um comentário no post, logo abaixo, explicando o seu raciocínio e apontando a alternativa correta para cada questão. Quem compartilha a resolução de um exercício ganha em dobro: ensina e aprende ao mesmo tempo. Ensinar é uma das melhores formas de aprender!