Arcadismo – Literatura Enem e Vestibular

Revise sobre as principais características do Arcadismo nesta aula de Literatura Enem. Estude Claudio Manoel da Costa e Tomás Antônio Gonzaga. Sim, eles foram poetas e Inconfidentes, ao lado de Tiradantes. Confira abaixo.

Arcadismo – Revisão com aula gratuita. Confira o movimento artístico e as influências na Literatura Brasileira.

Arcadismo vem de Arcádia, região mitológica da Grécia que simbolizava a vida ideal, onde os pastores, chefiados pelo deus Pã, dedicavam-se à arte e à poesia. O Arcadismo foi um movimento literário que visou à restauração do Classicismo, o que fez com que os autores procurassem a perfeição em seus escritos, da mesma forma que aconteceu no Quinhentismo. Veja na imagem o quadro ‘Os Pastores da Arcadia’, de Nicolas Poussin.O Arcadismo no Brasil - Literatura no Enem

No Brasil, surgem as academias literárias (arcádias), focos de influência europeia, centros de cultivo das letras, de estímulo intelectual e literário. Para marco inicial deste período literário no Brasil serve a data de publicação do livro Obras Poéticas (1768), de Cláudio Manuel da Costa (1729-1789).  Sim, se você associou o nome deste autor à Inconfidência Mineira, é ele mesmo. Além de poeta ele foi parceiro de Tiradentes no posicionamento dos brasileiros contra a exploração de Portugal nos tempos da Colônia. Foi preso em 1789 junto com outros Inconfidentes, e morreu na cadeia, em Ouro Preto, no mesmo ano.

Outro grande autor do Arcadismo, Tomás Antônio Gonzaga (1744-1810), consagrado pela obra ‘Marília de Dirceu’, também foi Inconfidente. Chegou a ser preso, mas foi extraditado para Moçambique, onde faleceu em 1810.

Contexto Histórico do Arcadismo

O Arcadismo está associado ao Iluminismo, nome que se dá ao conjunto de tendências que marcaram o final do século XVII e o século XVIII. As palavras-chave para entender a filosofia iluminista são razão e ciência, consideradas como base, na época, para análise e explicação do mundo. O intenso progresso científico desse período (como a formulação da lei da gravidade, por Newton) conduziu a uma visão racionalista e científica do mundo.

Dica extra do Blog – Revise também sobre os principais autores e obras do Barroco em mais esta aula de Literatura Enem. Estude coma gente para o Exame Nacional do Ensino Médio! – https://blogdoenem.com.br/barroco-autores-e-obras-literatura-enem/

O Barroco no Brasil
Literatura Enem

Nos tempos do Arcadismo no Brasil – A burguesia em ascensão confiava plenamente na razão, tida como uma característica universal, imutável no tempo e no espaço.

No Brasil há uma importante mudança: o centro econômico transfere-se do Nordeste para a região de Minas Gerais e do Rio de Janeiro, fazendo com que haja, além da mudança econômica, um grande avanço político e cultural. Vila Rica, atual Ouro Preto, passa a ser sede dos acontecimentos mais significativos do século XVII (A Inconfidência, por exemplo).

Características do Arcadismo

  • Bucolismo: concepção de vida simples, vida pastoril como modelo de existência.

Sou pastor, não te nego; os meus montados

São esses, que aí vês; vivo contente

Ao trazer entre a selva florescente

A doce companhia dos meus gados;

(Cláudio Manuel da Costa)

  • Valorização da natureza: a natureza de forma serena, tranquila.

Acaso são estes

Os sítios famosos,

Aonde passava

Os anos gostosos?

São estes os prados,

Aonde brincava,

Enquanto pastava

O manso rebanho

Que Alceu me deixou?

(Tomás Antônio Gonzaga)

  • Tranquilidade no relacionamento amoroso: sem paixões exacerbadas.
  • Universalidade: situações que ocorrem à maioria das pessoas comuns.
  • Presença de entidades mitológicas: mistura de seres da mitologia grego-romana (deuses e entidades pagãs) com seres do mundo cristão.
  • Predomínio da lógica: clareza e ordem lógica na escrita.
  • Uso de pseudônimos: os autores vão adotar pseudônimos pastoris.

Autores e obras de referência no Arcadismo

  • Tomás Antônio Gonzaga (pseudônimo Dirceu): nasceu em Portugal e morreu em Moçambique.Estudou Direito em Coimbra. Voltou definitivamente ao Brasil em 1782, exercendo o cargo de juiz em Vila Rica. Como Inconfidente, foi preso e degredado para Moçambique. Marília, o nome de sua musa, uma jovem de 16 anos por quem se apaixonou e para quem escreveu Marília de Dirceu, sua obra mais conhecida.

 

  • Cláudio Manuel da Costa (pseudônimo Glauceste Satúrnio): nasceu e morreu em Minas Gerais. Estudou Direito na Universidade de Coimbra e viveu em Lisboa, onde entrou em contacto com novidades do Arcadismo. Voltando ao Brasil, participou da Inconfidência Mineira. Suicidou-se na prisão. Nise era o nome de sua musa-pastora. Seu livro Obras Poéticas é considerado como a primeira obra árcade brasileira.

 

  • Silva Alvarenga (pseudônimo Alcindo Palmireno):sua obra mais conhecida é Glaura.
  • Basílio da Gama: sua obra mais conhecida é o poema épico O Uruguai, que narra as lutas entre os índios de Sete Povos das Missões do Uruguai contra o exército espanhol, o qual vinha pôr em prática o Tratado de Madri.
  • Frei José de Santa Rita Durão: 1781 foi o ano em que publicou sua obra Caramuru.
Dica 2 – Relembre sobre as características do Barroco nesta aula de Literatura Enem. Falta pouco para o Exame, estude conosco e fique preparado! – https://blogdoenem.com.br/barroco-literatura-enem/

Saiba mais sobre Arcadismo nesta aula do canal Aula De, disponível no Youtube. Após assistir, revise o que você aprendeu respondendo aos nossos desafios!

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=SwuEXi4Bfuo]

Desafios

Para responder à questão de número 01, compare os dois trechos a seguir.

Texto 1

(Zé Rodrix e Tavito)

Eu quero uma casa no campo

do tamanho ideal

pau-a-pique e sapê

Onde eu possa plantar meus amigos

meus discos

meus livros

e nada mais

Texto 2

(Cláudio Manuel da Costa)

Se o bem desta choupana pode tanto,

Que chega a ter mais preço, e mais valia,

Que da cidade o lisonjeiro encanto;

Aqui descanse a louca fantasia;

E o que té agora se tornava em pranto,

Se converta em afetos de alegria.

Questão 01

a) Embora muito distantes entre si na linha do tempo, os textos aproximam-se, pois o ideal que defendem é o uso da emoção em detrimento da razão, pois esta retira do homem seus melhores sentimentos.

b) o desejo de enriquecer no campo, aproveitando as riquezas naturais.

c) a dedicação à produção poética junto à natureza, fonte de inspiração dos poetas.

d) o aproveitamento do dia presente – o carpe diem –, pois o tempo passa rapidamente.

e) o sonho de uma vida mais simples e natural, distante dos centros urbanos.

Texto para questão 02.

Casa no Campo

Eu quero uma casa no campo

onde eu possa cantar muitos rocks-rurais

e tenha somente a certeza

dos amigos do peito e nada mais.

Eu quero uma casa no campo

onde eu possa ficar

do tamanho da paz

e tenha somente a certeza

dos limites do corpo

e nada mais.

Eu quero carneiros e cabras pastando

sementes no meu jardim

eu quero o silêncio das línguas cansadas

eu quero a esperança de óculos

e um filho de cuca legal

eu quero plantar e colher com a mão

a pimenta e o sal.

Eu quero uma casa no campo

do tamanho ideal, pau-a-pique, sapê

onde eu possa guardar meus amigos

meus discos e livros

e nada mais.

Dica 3 – Quinhentismo é como são conhecidas as manifestações literárias relacionadas ao Descobrimento. Revise tudo e fique pronto para as questões de Literatura Enem – https://blogdoenem.com.br/quinhentismo-literatura-enem/

Questão 02

A música Casa no campo, de Zé Rodrix, fez muito sucesso na década de 70. A letra dessa música tem semelhança com os poemas do movimento literário conhecido como:

a) Barroco.

b) Romantismo.

c) Simbolismo.

d) Arcadismo.

e) Parnasianismo.

Texto para questão 03.

Destes penhascos fez a natureza

O berço em que nasci! Oh quem cuidara

Que entre penhas tão duras se criara

Uma alma terna, um peito sem dureza!

Questão 03

Os versos dados constituem exemplo da:

a) sátira de Gregório de Matos aos poderosos da Bahia.

b) lírica amorosa de Tomás Antônio Gonzaga.

c) paisagem bucólica idealizada na poesia de Cláudio Manuel da Costa.

d) sátira de Tomás Antônio Gonzaga ao Governador de Minas.

e) paisagem urbana retratada por Bocage.

Texto para questões 04 e 05.

Torno a ver-vos, ó montes; o destino

Aqui me torna a pôr nestes outeiros,

Onde um tempo os gabões deixei grosseiros

Pelo traje da Corte, rico e fino.

Aqui estou entre Almendro, entre Corino,

Os meus fiéis, meus doces companheiros,

Vendo correr os míseros vaqueiros

Atrás de seu cansado desatino.

Se o bem desta choupana pode tanto,

Que chega a ter mais preço, e mais valia

Que, da Cidade, o lisonjeiro encanto,

Aqui descanse a louca fantasia,

E o que até agora se tornava em pranto

Se converta em afetos de alegria.

(Cláudio Manoel da Costa. In: Domício Proença Filho. A poesia dos inconfidentes. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 2002, p. 78-9.)

Questão 04

Considerando o soneto de Cláudio Manoel da Costa e os elementos constitutivos do Arcadismo brasileiro, assinale a opção correta acerca da relação entre o poema e o momento histórico de sua produção.

a) Os “montes” e “outeiros”, mencionados na primeira estrofe, são imagens relacionadas à Metrópole, ou seja, ao lugar onde o poeta se vestiu com traje “rico e fino”.

b) A oposição entre a Colônia e a Metrópole, como núcleo do poema, revela uma contradição vivenciada pelo poeta, dividido entre a civilidade do mundo urbano da Metrópole e a rusticidade da terra da Colônia.

c) O bucolismo presente nas imagens do poema é elemento estético do Arcadismo que evidencia a preocupação do poeta árcade em realizar uma representação literária realista da vida nacional.

d) A relação de vantagem da “choupana” sobre a “Cidade”, na terceira estrofe, é formulação literária que reproduz a condição histórica paradoxalmente vantajosa da Colônia sobre a Metrópole.

e) A realidade de atraso social, político e econômico do Brasil Colônia está representada esteticamente no poema pela referência, na última estrofe, à transformação do pranto em alegria.

Questão 05

Cite duas características árcades no poema.

 Você consegue resolver estes exercícios acima? Então resolva e coloque um comentário no post, logo abaixo, explicando o seu raciocínio e apontando a alternativa correta para cada questão. Quem compartilha a resolução de um exercício ganha em dobro: ensina e aprende ao mesmo tempo. Ensinar é uma das melhores formas de aprender!

Veja o que mais cai nas provas do Enem e dos Vestibulares

Planos de Estudos Gratuitos com aulas  de todas as matérias do Enem 2017. Marque nos favoritos os Temas que você precisa revisar e veja as dicas de Redação, Matemática, Biologia, Química, Inglês, História, Física, Filosofia, História, Geografia, e Literatura. É aula hoje, e amanhã também.

curso Enem online gratuito

10 Temas que mais caem no Enem – Plano de Estudos

Plano de Estudos de Química Enem

Plano de Estudos de Biologia Enem

Plano de Estudos de Matemática Enem

Plano de Estudos de Geografia Enem

Simulado Enem 2017 Gratuito – Provas Online de todas as matérias

Plano de Estudos Enem Completo – Todas as matérias

Plano de Estudos de História Enem

Física: os 10 temas que mais caem no Enem

Plano de Estudos de Português Enem

10 dicas de História para o Enem e Vestibulares

10 conteúdos que mais caem de Química

Mandar bem no Enem é tudo de bom. Depois destas provas sobre A Evolução das Espécies, faça mais um Simulado Enem para testar seus conhecimentos e ver as aulas de revisão das questões que você errar. Escolha na tabela  no final do post a matéria que você quer revisar agora. Com os testes do Simulado você corrige as suas falhas e aumenta suas chances no próximo Exame Nacional do Ensino Médio.

Notas de Corte do Enem

É a sua nota que garante o futuro na universidade. Para entrar nos cursos mais puxados como Medicina e Engenharia Aeronáutica é preciso fazer acima de 750 a 780 pontos, pelo menos. Nas universidades mais concorridas Notas de Corte do Enem para estes cursos passam de 800 pontos.

Nas Engenharias, no Direito, e para Psicologia e Odonto é preciso fazer mais de 700 pontos na maioria das instituições. O Simulado Enem ajuda você a chegar lá. Veja aqui todas as Notas de Corte do Enem. 

queda livre - notas de corte enem