Cognatos, homônimos e parônimos – Revisão e Simulado Enem de Gramática

Palavras com a mesma pronúncia, com a mesma origem ou com o mesmo som, porém com significados diferentes. Sabe qual é qual? Estamos falando de cognatos, homônimos e parônimos. Responda as 10 questões do simulado sobre o tema.

O que você lembra sobre semântica? Refresque sua memória sobre cognatos, homônimos e parônimos com o simulado Enem de Gramática. É pura semântica para você estudar para o Enem e demais vestibulares.

Você já percebeu que várias palavras na Língua Portuguesa possuem a mesma sonoridade e até mesmo a grafia parecida, mas sentidos diferentes? Vamos perceber isso mais a fundo!

Para compreender essas diferenças existe um campo do Português que estuda os significados, mais precisamente como nós interpretamos esses significados das palavras, é o campo da Semântica.

Para entender esse campo vamos conhecer alguns tipos de palavras que causam dúvida ao serem escritas ou interpretadas.semanticaVale lembrar que as possibilidades de significação de uma palavra envolvem conhecimento de mundo, as relações pessoais, as construções sociais e questões de regionalismo, por exemplo.

Toda influência externa e simbólica de algum grupo social e suas vivências podem modificar ou atribuir sentido a uma palavra.

Gramaticalmente, o uso de acento gráfico, ordem de colocação de uma palavra em uma frase, o timbre, o gênero, posição da sílaba tônica, dentre outros fatores podem influenciar na construção de uma língua e suas interpretações. O conhecimento de sua usuabilidade vai ser primordial para que não ocorram erros e dúvidas.

Semântica: as palavras parônimas

São pares de palavras parecidas tanto na grafia quanto na pronúncia, mas com sentidos diferentes.

Exemplos:
11
Semântica: as palavras homônimas

Trata-se de palavras iguais na pronúncia ou/e na grafia, mas com significados diferentes, significados homônimos.  Exemplos de emprego:

– A comemoração de São Pedro tocou muitos fiéis
– Os alunos são muito bondosos
– Finalmente o garoto ficou são

Os tipos de Palavras Homônimas:

Para compreender ainda mais o emprego dessas palavras e não ter dúvidas, existem três tipos de palavras homônimas: homófonos, homógrafos e perfeitos

1) Homófonos: apresentam pronúncia igual e grafia diferente
22
2) Homógrafos: apresentam grafia igual e pronúncia diferente

33
3) Perfeitos: apresentam grafia e pronúncia iguais
44
Palavras e expressões que sempre causam dificuldade de uso:

Existem palavras que nos deixam sempre em dúvida de como podemos usá-las. Elas costumam cair em questões de vestibulares/Enem e, quando usadas de forma errada em um texto ou na escolha de uma alternativa na prova, podem mudar de sentido ou anular a questão.

1) Por que/ Porque / Por quê / Porquê

Por que – locução adverbial interrogativa de causa quando equivale a ‘por qual razão/motivo’ ou ‘a razão pela qual’. Esse sentido pode ser usado em frases interrogativas diretas (sinalizadas com “?”) e indiretas sem sinal.
– Por que você fez isso?
– Juro que eu não sei por que eu fiz isso

A forma ‘por que’ também pode significar a combinação da preposição “por” + pronome indefinido “que”, equivalente a “por qual” ou “pelo qual”,

– Começo a entender por que motivo aconteceu isso
– O motivo por que isso aconteceu

Ou ser também a combinação da preposição “por”, exigida por um termo + a conjunção integrante “que”.

– Eu sempre ansiei por que você me explicasse o motivo

Porque – Conjunção explicativa ou causal, equivalente ao sentido de pois, visto que, já que , para que, etc.

– Tirou boa nota porque estudou bastante
– Não compareceu porque estava doente

Por quê – Pode ser usada antes de pausa representada por sinal de pontuação ou no final de frase, de forma isolada.
– Ele falou por quê?
– Sem seu esclarecimento, nunca entenderia por quê?

Já o Porquê junto e acentuado, é usado assim por ser um substantivo e por estar acompanhado de um determinante, seja esse um artigo, pronome, numeral, adjetivo ou locução adjetiva.

– Preciso que você me explique menos mais dois porquês, ok?
– Ninguém entendeu o porquê da briga.

2) Se não e senão

Se não é usado quando significar se por acaso não. Sua forma é constituída de conjunção integrante/condicional ou pronome oblíquo átono se + o advérbio de negação não.

Uma dica se puder retirar o advérbio de negação não da frase, usa-se se não (separado)

– Se não estudar, passará (Se estudar passará/ Caso não estude, não passará).
– Há coisas que se não dizem. (que não se dizem)

Senão equivale a caso contrário e é usado quando é uma preposição acidental indicando exceção (substituído por afora, exceto, salvo, a não ser); quando é uma conjunção adversativa (mas, mas sim, normalmente); quando é uma conjunção aditiva (vindo depois de não só/não apenas/ não somente, etc.) ou quando dá ideia de substantivo com sentido de problema, falha ou erro, como se indicasse uma recomendação.

– Sou eu senão seu escravo? (exceto, a não ser)
– Não quero seu amor, senão sua amizade (mas sim)
– Ele apontou não só um senão, mas vário senãos… (falha)
– Meu amigo, não só estudo, senão trabalho. (mas também)

Outras situações: quando conjunção condicional ‘se’ aglutinada ao advérbio de negação ‘não’ (seguido do verbo da oração anterior implícito + outro verbo; equivalendo a do contrário) Ex.: Estude, senão será reprovado! (Estude, se não estudar, será reprovado).

E na situação de quando for uma conjunção alternativa (seguido de verbo da oração anterior implícito, mas sem verbo algum depois; equivalendo a ou). Ex.: Fala três línguas, senão quatro. (Fala três línguas, se não falar quatro).

Agora que você já viu um resumo sobre o tema, responda as 10 questões do simulado de cognatos, homônimos e parônimos:

Simulado – Cognatos, homônimos e parônimos

.

Venha para o Curso Enem Gratuito:

Criamos para você duas novidades: Um Curso Enem Online totalmente gratuito, e uma bateria de Simulados Enem Gratuitos, com todas as matérias do Exame Nacional do Ensino Médio.  Acesse o Curso e faça os Simulados para chegar bem no próximo Enem! Simulados com Gabarito na mesma hora. Veja aqui:

Você pode estudar uma aula gratuita por dia no Curso Enem Online, com todas as matérias do Exame Nacional do Ensino Médio e também as Dicas para uma Redação Enem Nota 1000. Na verdade você pode estudar quantas aulas quiser por dia. Mas, o importante é criar o hábito de ver pelo menos uma aula por dia.

Curso Enem Gratuito com todas as matérias e dicas de Redação.

Simulado Enem – Escolha a sua próxima prova:

Biologia

Filosofia

Física

Geografia

Gramática

História

Inglês

Literatura

Matemática

Química

Espanhol

Sociologia

Encceja